Prova de Fogo (ft. Haka)

from by Spasm

/
  • Digipack! Mesmo bonito, e amarelo!

    Includes unlimited streaming of Ema via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 2 days

      $5 USD or more 

     

  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $1 USD  or more

     

about

Instrumental:
MF Doom/Madvillian - Great Day

lyrics

(Haka)
No fim da luz eu vi... Casa com quintal, cozinha com banca de mármore
Sofá de cabedal, casa na árvore
Putos ao pontapé de um casal que nunca levou nenhum,
Que é feliz entre fraldas e Nestum.
Quem és tu? Oh pequena, tás uma mulher
Como qualquer homem quer, passei-te a vida a dizer:
Eu tive-te e quero-te sem o laço ‘tar cortado
Só que a criança lá fora passou e passou-me ao lado.
Tens o cabelo branco, eu nem cabelo tenho,
Que varanda tão bonita, linda casa de família. Parece feita à mão
Só que eu não tenho nem um calo nem um arranhão como sinal da construção.
É que ter até tenho, feitos ao longo da vida
Quando não conseguia mais e quando tive um dia
De frente p’ra moradia e te vi com toda a família
Que era só tua, não era nossa, não era a minha.

(Spasm)
Não sou mendigo. Só não tenho o meu abrigo
E digo… Digo-te: Queria um porto sentido.
E fico aquém do que sigo, quero, não posso nem mando,
E tu ficas no comando, e traças o teu plano.
“Nós como ficamos?” Pergunto em cada momento,
A linha de pensamento, conheceste desde sempre.
Antigamente, dizias que eu era contigo,
E hoje deste-me o presente de aprender a ser sozinho.
Mas eu consigo, que abatido não fico sem ti
Deprimido não fico, sem ter a razão comigo
És a razão por isso, fugiste a um compromisso
Sem isso de uma razão que provasse o que sentiste.
Por isso, deito isto ao lume na prova de fogo querida,
Que o álcool ou evapora ou arde com a nossa vida.
Queres que prometa que diga com sinceridade?
Então siga, na minha cabeça esta é a verdade.

Eu prometo, até à última palavra...
Queres que diga o que penso? Nunca pensei em nada.
Eram lutas de almofada que encantavam bons amantes...
Queres que diga o que quero? Queria tudo como antes...
Já nem sequer é isso, somos como dois estranhos,
Delirámos ao falar em morrermos juntos velhos...
Foi isso, e o compromisso de um sempre inerente,
Ironicamente damos fim ao infinitamente.
E tu, querida, és crente, porque apesar do pavio
Ser pequeno pensas que é seguro por um fio.
E o meu sentimento frio enche-me o copo de vinho,
Queres um segredo? Vou acabar tudo sozinho.
E vou acabar sozinho. Mentiroso compulsivo
A culpa há-de ser sempre tua enquanto permanecer vivo.
Porque tu tens esse jeito de me ter feito o que sou,
Queres a última palavra? Acabou...

Sou-te um estranho carente que vai chorando por dentro,
Eu sei que disse eternamente, mas...
Ardemos caminhos bonitos, já fomos
Querida. Matei metade do que somos…

credits

from Ema, released March 17, 2012
Escrita e interpretada por Haka e Spasm.
Gravada, misturada e masterizada por Michael "Mic" Ferreira na Sine Factory.

tags

license

about

Spasm Porto, Portugal

contact / help

Contact Spasm

Streaming and
Download help